Especial: Borussia M’Gladbach completa 116 anos de história

page
Netzer, Heynckes, Vogts e Hacki foram peças fundamentais no passado dos Potros, enquanto Reus, Stranzl, Xhaka e Dahoud ajudaram a reconstruir o clube nos últimos anos

O Borussia M’Gladbach ou apenas Gladbach é um clube germânico que foi fundado no dia 1º de Agosto de 1900 e atua na Bundesliga, competição mais importante do país, tendo feito sua primeira aparição na liga durante a temporada 1965-1966. Posteriormente, se tornou um dos clubes mais populares e vitoriosos do país, conquistando a Bundesliga cinco vezes durante os anos 70.

Borussia é proveniente da palavra Prussia, antigo estado alemão. O apelido do clube é Die Fohlen, ou “Os Potros”, que faz referência ao time dos anos 70, que era jovem, rápido e praticava um futebol agressivo (ofensivo). Dessa forma o clube se autonomeou como Die Fohlenelf (Os onze potros), frase esta que está disposta em todos os uniformes da equipe e também no mascote oficial do clube, o Jünter.

A década de 70 foi o período mais vitorioso na história do clube, quando os Potros conquistaram a Bundesliga em cinco oportunidades, duas vezes a Copa Uefa e a Copa da Alemanha em uma oportunidade. Além disso, os Potros foram vice-campeões da Uefa Champions League, competição a qual acabaram perdendo para o Liverpool. Os melhores jogadores do mundo da época defenderam as cores do Gladbach, como Jupp Heynckes – maior artilheiro da história do clube -, Netzer, Vogts e Hacki, além dos treinadores mais bem sucedidos da época, Weisweler e Udo Lattek.

hennes
Weisweiler montou um dos times mais fortes da história do clube, com Vogts, Wimmer, Heynckes, Netzer e Simonsen

A era de ouro do M’Gladbach se encerrou nos anos 80, onde o clube se viu obrigado a vender seus melhores jogadores para manter as finanças em ordem e sem treinadores talentosos como Weisweler e Udo Lattek. Mesmo assim os Potros foram capazes de competir pelo titulo da Bundesliga em 1984, mas acabaram perdendo o título pela diferença de gols para o Stuttgart e também foram derrotados na final da Copa da Alemanha para o Bayern de Munique nos pênaltis, com Lottar Matthäus e Ringels desperdiçando suas cobranças. Posteriormente, Matthäus foi para o Bayern, o que fez com que vários torcedores a questionarem se o jogador havia perdido a penalidade de forma deliberada.

Nos anos 90 o Borussia acabou perdendo mais uma Copa da Alemanha nas penalidades, dessa vez para o Hannover 96. No entanto, em 1995 os Potros alcançaram seu titulo mais recente, o qual também foi conquistado em um triunfo por 3-0 diante do Wolfsburg, também pela Copa da Alemanha. Em 1999 o clube pagou um alto preço por seguidos erros da diretoria e acabou rebaixado para a 2.Bundesliga – 2ª divisão nacional –, onde passou duas temporadas e, quando retornou a elite, era figura carimbada na parte inferior da tabela.

O Gladbach deu passos importantes para a estabilidade financeira em 2004, ano em que inaugurou o Borussia-Park, que tem capacidade para 54.067 espectadores em partidas da Bundesliga, todavia o clube acabou novamente rebaixado na temporada 2006/2007, mas conseguiu o retorno imediato a elite do futebol alemão.

Sob o comando do suíço Lucien Favre, que chegou em Janeiro de 2011, o Borussia Mönchengladbach conseguiu se reestabelecer e voltou a ser presença certa na parte superior da Bundesliga, marco que só foi possível devido a grande recuperação dos Potros na temporada 2010-2011, onde só conseguiram se salvar do rebaixamento na disputa dos playoffs, com tento salvador do brasileiro Igor de Camargo. Na temporada seguinte o M’Gladbach conseguiu a classificação para os playoffs da Champions League, graças ao grande trabalho de Favre, que revelou jovens jogadores, os quais tiveram grande destaque naquela temporada, como Ter Stegen, Stranzl, Neustäder, Arango e Marco Reus.

lucien-favre-514
O técnico suíço comandou o Gladbach por quatro anos e meio e foi o principal responsável pela reconstrução do clube

A temporada 2014-2015 foi a melhor sob o comando de Favre, pois os Potros alcançaram a 3ª colocação da Bundesliga (comandados por Xhaka, Herrmann e Raffael) e conquistaram uma vaga direta na fase de grupos da Champions League após 38 anos. Inexplicavelmente, na temporada 2015-2016 o Gladbach teve um péssimo início na Bundesliga, com cinco derrotas nas cinco primeiras rodadas da competição, fato que levou Favre a se demitir, pois o mesmo já não se achava mais capaz de reverter a incomoda situação que a equipe vivia.

A saída de Favre possibilitou o inicio de um novo capitulo na história do Borussia M’Gladbach, algo que só foi possível com a chegada de André Schubert, com uma campanha espetacular, principalmente jogando em casa, o Gladbach atingiu marcas histórias e foi o primeiro clube da Bundesliga a conseguir se classificar para competições europeias após perder as cinco primeiras partidas da competição. Com um estilo peculiar e seguindo a filosofia do clube em apostar em jovens jogadores, Schubert alcançou a 4ª colocação do Campeonato Alemão e apresentou bons talentos para o futebol mundial, como Nico Elvedi, Mahmoud Dahoud e contou também com participação efetiva de André Hahn e do mago do time, o brasileiro Raffael, goleador máximo da equipe e líder de assistências.

data
Schubert tem a missão de dar continuidade ao bom trabalho realizado nas últimas temporadas

O Gladbach continua sua caminhada para se restabelecer entre os melhores clubes do país, sempre dentro da filosofia, com jovens talentos e um futebol bastante ofensivo. Parabéns, Gladbach, você é GIGANTE!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: