Gladbach não aproveita superioridade numérica e cede empate ao Schalke 04

haz
Foto: Reprodução/Borussia

Ainda em busca de alcançar a classificação para a Europa League, o Borussia Mönchengladbach entrou em campo neste sábado (28) pela 32ª rodada da Bundesliga, diante do Schalke 04, na Veltins-Arena. Mesmo atando por quase 75 minutos com um jogador a mais os Potros ficaram no empate por 1 a 1, com gols marcados por Raffael para o Gladbach e Caligiuri para os azuis reais.

Depois de um longo período de resultados e exibições ruins, o Gladbach superou com facilidade o inoperante Wolfsburg na rodada passada e ganhou confiança para encarar o Schalke 04. E foi assim que o confronto se iniciou na Veltins-Arena, com os Potros demonstrando bastante ímpeto na marcação e construindo oportunidade de perigo à frente, através do belga Thorgan Hazard em excelente jogada individual, não aproveitada pelo brasileiro Raffael dentro da pequena área.

Pouco tempo passado, Bentaleb cometeu falta dura em Lars Stindl no meio-campo e ainda tentou agredir o capitão dos Foals com um tapa, sendo devidamente expulso após consulta ao VAR. Aproveitando a superioridade numérica, os comandados de Dieter Hecking detinham a posse de bola, mas havia pouca infiltração. Isso até a jogada espetacular que foi construída até a finalização de Raffael. Zakaria executou um belíssimo lançamento para Hazard, que partiu para dentro fintando defensores do Schalke e mandou bola em profundidade para Stindl só rolar para Raffael, com gol aberto, abrir o placar.

A situação para os Potros, aparentemente favorável, teve uma mudança de panorama a partir de dois momentos crucias na partida: Lars Stindl sofreu uma forte torção de tornozelo e teve de ser substituído, mas a alteração que foi bastante questionável: Hecking promoveu a entrada do volante Michael Cuisance na vaga de Stindl, mesmo com um jogador a mais em campo. Diretamente ou indiretamente relacionado a isso, o Schalke 04 chegou ao empate no último minuto da etapa inicial, após um pênalti infantil cometido por Kramer, que deixou o braço aberto dentro da área e, após consulta ao VAR, a penalidade máxima foi assinalada e devidamente convertida por Caligiuri.

Já com um rendimento muito inferior depois da alteração de seu treinador, o Borussia Mönchengladbach teve atuação de nível baixíssimo na etapa complementar, mesmo com um jogador a mais. Superior numericamente, os Potros pouco produziram ofensivamente, muito graças a ausência de outro atacante ao lado do brasileiro Raffael, que tem por essência sair bastante da área para construir jogadas, uma vez que não é centroavante de origem.

Dito isso, o Schalke 04, mesmo com dez homens, produziu as melhores chances da segunda etapa, ameaçando em alguns contra-ataques de perigo. O Gladbach, por sua vez, chegou com perigo somente em um lance quase que fortuito em que Elvedi tentou cruzar, mas mandou direto para o gol e acertou o travessão. A parte desse lance, não houve nenhum outro lance de perigo em todo o segundo tempo, resultando em um amargo empate, muito na conta do treinador Dieter Hecking.

2 comentários em “Gladbach não aproveita superioridade numérica e cede empate ao Schalke 04

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: