Sem inspiração, Borussia Mönchengladbach volta a demonstrar falhas defensivas e cai diante do Hertha

tg
Foto: Divulgação/Bundesliga

O início de temporada do Borussia Mönchengladbach foi promissor, com bons jogos e resultados convincentes nas rodadas inaugurais. Tentando ratificar esse desempenho os Potros voltaram a campo neste sábado (22), diante do Hertha Berlin, no estádio olímpico, local costumeiramente favorável aos potros, todavia, após uma atuação apática, os Potros sucumbiram diante do Hertha por 4 a 2, com gols de Lázaro, Duda e Ibisevic, duas vezes para a equipe da capital, enquanto Hazard e Pléa marcaram a favor dos visitantes.

Depois de superar o Schalke 04 na rodada passada, o Gladbach entrou em campo com a mesma formação, talvez um enorme erro por parte de Dieter Hecking, apesar do ímpeto inicial, graças à jogada individual de Thorgan Hazard, que driblou vários defensores e finalizou para fora, desperdiçando a chance de anotar um belíssimo gol. Uma das piores peças escolhidas por Hecking, o polivalente (e ruim em todas), Fabian Johnson, até então apagado, foi derrubado na grande área, deixando a penalidade para o belga Thorgan Hazard converter e abrir o placar.

A empolgação, no entanto, pouco duraria, ou até nada. Logo depois de abrir o placar, não houve tempo para comemorar: Vedad Ibisevic, dentro de um minuto, igualou o marcador, que não demoraria para ser revertido, através de Lázaro, em um ponto facilmente explorado pelo adversário, o cruzamento. Desatento e pouco inspirado, pouco se viu durante a etapa inicial. Insatisfeito, Dieter Hecking retornou para a etapa final com duas modificações, alterando a configuração tática da equipe ao promover as entradas de Herrmann e Neuhaus nas vagas de Jantschke e Johnson, dois dos piores em campo.

As modificações até surtiram um efeito momentâneo, mas o Hertha, aproveitando contra-ataque mortal, chegou ao terceiro gol com extrema facilidade, em tento anotado por Ibisevic, novamente, dessa vez quase na linha do gol, apenas com o trabalho de empurrar a pelota para as redes. Em um lapso de falsa esperança, Patrick Herrmann realizou cruzamento primoroso para Alassane Pléa cabecear com maestria para diminuir o prejuízo, logo retomado pela equipe da capital, novamente em cruzamento do flanco para o centro da área, encontrando Duda, totalmente desmarcado, a feição para anotar mais um gol para o Hertha.

Já nos minutos finais, Alassane Pléa teve oportunidade de ouro para marcar, porém finalizou no arqueiro adversário, desperdiçando mais uma incrível oportunidade na partida, apesar do tento anotado pelo francês.

Sommer (6,5), Elvedi (4,5), Ginter (5), Jantschke (4,5), Wendt (4,5); Strobl (4,5), Zakaria (4,5), Hofmann (4), Johnson (3,5), Hazard (5,5); Pléa (5,5).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s