Com aproveitamento até então perfeito, Borussia Mönchengladbach volta a transformar Borussia-Park em sua fortaleza


park
Foto: Divulgação/ManchesterEveningNews

Cinco jogos, cinco triunfos. Quatorze gols anotados e apenas dois sofridos, esse é o retrospecto do Borussia Mönchengladbach no Borussia-Park em seu início de campanha da Bundesliga, representando 15 de seus 20 pontos conquistados na condição de mandante.

Há três temporadas, quando era comandado por André Schubert, o Gladbach conseguiu transformar o Borussia-Park em sua fortaleza. Aquela época, os “home specialists”, obtiveram um desempenho incrível como mandante, suficiente para alavancar a equipe em mais uma temporada de Champions League, mesmo com um início terrível de campanha com cinco derrotas nas rodadas inicias, sob o comando de Lucien Favre, que abdicou de sua posição como treinador da equipe. Instável fora, aquela equipe do Borussia M’Gladbach proporcionava um grande espetáculo na condição de mandante sob o comando de Schubert, algo que sucumbiu na temporada seguinte, quando a equipe, após uma sequência pesada de partidas, engatou uma sequência negativa e consequentemente perdeu confiança, causando a demissão de seu antigo treinador.

Dieter Hecking, um comandante muito mais conservador, assumiu o cargo, e como esperado, tornou a equipe mais pragmática – o que não é demérito, tendo em vista a situação encontrada pelo comandante quando assumiu o cargo. A ideia era gerar estabilidade, mesmo que isso significasse previsibilidade, além de um onze ideal notoriamente conhecido pela torcida e imprensa, contrapondo o “revolucionário” André Schubert – leia aqui e compreenda o estilo.

Depois de uma temporada e meia e pouco avanço significativo após a estabilização da equipe, os protestos tomaram conta – como na invasão de campo da torcida após virada diante do Hertha Berlin na temporada passada, questionando os jogadores, devido a insatisfação pelo estilo de jogo implementado pelo seu treinador. Na atual campanha, no entanto, com um elenco saudável fisicamente e adições importantes como Florian Neuhaus e Alassane Pléa, além de uma mudança tática, o Borussia Mönchengladbach voltou a apresentar o futebol vistoso e ofensivo que lhe é peculiar. Ademais, o retrospecto como mandante reaparece como viés fundamental na campanha atuando – 100% de aproveitamento até aqui, o melhor da liga.

Contando com a temporada passada, os Potros estão invictos há dez partidas no Borussia-Park e ainda saíram vitoriosos dos últimos oito confrontos nessa condição. O caminho ainda é longo, mas existem boas perspectivas quanto o retorno dos DieFohlen às competições europeias.

Um comentário em “Com aproveitamento até então perfeito, Borussia Mönchengladbach volta a transformar Borussia-Park em sua fortaleza

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: