Borussia Mönchengladbach conta com grande atuação de Yann Sommer e supera Bayer Leverkusen no retorno da Bundesliga

bundes
Foto: Divulgação/Bundesliga

Depois de uma breve pausa, a Bundesliga finalmente retornou. O Borussia Mönchengladbach entrou em campo e superou o Bayer Leverkusen, fora de casa, por 1 a 0, com tento de Alassane Pléa, em jogo válido pela 18ª rodada da elite alemã.

O resultado mantém o Gladbach na 3ª colocação do campeonato com 36 pontos. Na próxima rodada os Potros retornam ao Borussia-Park para receber o Augsburg, tentando manter o desempenho perfeito em casa até aqui.

Como de costume, o Gladbach iniciou o confronto extremamente defensivo e acuado, assim como ocorreu na maioria de seus jogos fora de casa. Por sorte – além de uma parcela de competência – o Leverkusen foi incapaz de criar qualquer chance de muito perigo na primeira meia hora de jogo, exigindo apenas uma boa defesa de Sommer, em finalização de fora da área do jovem Kai Havertz.

Despretensioso, o Borussia foi crescendo na partida, igualando a posse de bola e vencendo mais duelos até chegar ao tento de abertura do placar através de Alassane Pléa – após jogada construída desde a defesa até chegar a Stindl, que tocou para Hofmann assistir o centroavante francês, mesmo que aparentemente esse não fosse o plano inicial do alemão, provavelmente aplicaria um ‘drible da vaca’, mas Pléa foi esperto e dominou, finalizou cruzado e abriu o marcador.

Superior após marcar, os Foals estiveram bem próximos de dobrar a vantagem em duas oportunidades. Primeiro, o defensor Nico Elvedi exigiu excelente intervenção de Hradecky em uma cabeçada muito perigosa. Logo em sequência, Thorgan Hazard, completando jogada ensaiada de escanteio, quase anotou um belíssimo gol.

Em busca do empate, os donos da casa retornaram a etapa complementar com mais ímpeto ofensivo, exigindo boas defesas do arqueiro Yann Sommer em diversas oportunidades, além de acertar a trave através de Karim Bellarabi. Antes de sofrer uma imensa pressão, os Fohlenelf tiveram boas oportunidades para ampliar, mas acabaram pecando na finalização.

La e cá, foi assim a reta final do confronto, e o Gladbach voltou a ter uma chance de ouro para sacramentar o triunfo, mas voltou a falhar na concretização da jogada. Lars Stindl puxou contra-ataque após erro do Leverkusen, tocou para Hazard que mandou bola em profundidade para Hofmann – no entanto a finalização cruzada do meia foi ao lado do gol.

Sommer (9), Lang (7,5), Ginter (8), Elvedi (8), Wendt (7,5); Strobl (7,5), Zakaria (7), Hofmann (7); Hazard (6,5), Stindl (6,5), Pléa (6,5).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: