Relembre os sete brasileiros que já vestiram a camisa do Borussia Mönchengladbach

braz
Foto: Arquivo pessoal

Um brasileiro vestindo a camisa do Borussia Mönchengladbach não é algo tão comum assim, mas ao longo de sua história, os Potros contaram com personagens importantes e de enorme destaque – o mais conhecido e de maior história dentro do clube é facilmente lembrado e ainda defende as cores do Borussia: o atacante Raffael. Entretanto, outros brasileiros tiveram passagens marcantes (ou nem tanto) pelos Potros…

Raffael – 186 jogos e 71 gols pelo Borussia, números que colocam o brasileiro entre os maiores artilheiros da história do clube, assim como também entre o seleto grupo de ídolos dos Potros. Desejo antigo de Favre, ex-comandante dos Foals, Raffael chegou ao Borussia em julho/2013, contratado junto ao Dínamo de Kiev, e desde então, se consolidou como ídolo dentro do clube, através de excelentes números e participação efetiva como estrela da equipe.

Exclusivo: entrevista com brasileiro Raffael, ídolo do Borussia Mönchengladbach

Anderson Bamba – Contratado junto ao Tombense em julho/2010, o defensor Anderson Bamba nunca teve grande destaque com a camisa dos Potros, tendo atuado em apenas 14 oportunidades, antes de ser emprestado e posteriormente vendido ao Eintracht Frankfurt – onde alcançou 107 aparições pelos Eagles até 2017, quando foi forçado a se aposentar devido a sequência de lesões.

Igor de Camargo* – O centroavante Igor de Camargo, naturalizado belga, chegou ao Gladbach em 2010 e disputou 74 partidas com a camisa do clube – colecionando 19 tentos até 2013, quando deixou os Potros. De Camargo é muito lembrado pelos torcedores e tem grande carinho por parte da torcida, especialmente pelo gol salvador nos playoffs de rebaixamento diante do Bochum, na temporada 10/11, além do gol da vitória diante do poderoso Bayern de Munique na Allianz Arena, na temporada seguinte.

Dante – Além de Raffael, Dante foi outro brasileiro que fez grande sucesso com a camisa do Borussia Mönchengladbach – contratado junto ao Standard Liège em janeiro/2009, o defensor atuou em 103 oportunidades pelo Borussia, anotando oito gols antes de se transferir para o Bayern de Munique em julho/2012, alcançando inúmeras conquistas pelo clube bávaro.

Kahê – O centroavante foi contratado junto ao Palmeiras em agosto/2005, época inglória dos Foals e o resultado certamente não foi o esperado – apenas seis gols em 56 partidas até se transferir para o Genclebirligi Ankara dois anos depois de sua contratação. Não deixou saudades.

Élber – Artilheiro e peça extremamente importante no Bayern de Munique, o centroavante Élber teve uma passagem apagadíssima pelo Borussia Mönchengladbach em 2005, já perseguido pelas lesões, contribuindo para apenas cinco aparições com a camisa dos Potros, que o liberaram para o Cruzeiro logo em seguida, onde também não conseguiu atuar com frequência e decidiu pendurar as chuteiras em setembro/2006.

Marcelo Pletsch – O zagueiro chegou ao Gladbach em 1999 e foi o primeiro brasileiro a vestir a camisa do Borussia, realizando 150 jogos e anotando três gols, gozando de grande prestígio dentro do clube durante o período em que defendeu os Foals. Há alguns anos, em 2016, o ex-zagueiro foi detido com 793 quilos de maconha, em Toledo, no interior do Paraná, e posteriormente condenado a nove anos de prisão.

  • Os registros consideram Igor de Camargo como belga, já que o jogador se naturalizou para defender a seleção Red Devil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s