A cara do treinador: apático, Borussia Mönchengladbach é superado pelo Dortmund e perde vaga da Champions League

Foto: Divulgação/Borussia

Precisando vencer para chegar à Uefa Champions League, o Borussia Mönchengladbach entrou em campo neste sábado (18) em jogo válido pela 34ª rodada da Bundesliga – a última da competição, no Borussia-Park. Apesar do bom início, os Potros foram superados por 2 a 0, gols de Sancho e Reus.

Com o resultado, o Borussia perdeu a 4ª colocação da Bundesliga – dessa forma, o Bayer Leverkusen conquistou a última vaga à Champions, enquanto o Gladbach, em 5º lugar, está garantido na fase de grupos da próxima Uefa Europa League. Tendo em vista o excelente início de temporada, o resultado final é frustrante, no entanto, é uma boa marca alcançada, analisando antes da temporada começar.

Inflamado por mais um show da torcida no Borussia-Park, os Foals iniciaram muito bem o confronto, dominando todas ações ofensivas, não permitindo qualquer chance aos aurinegros. Esse ímpeto, todavia, durou apenas 20 minutos – o melhor momento ocorreu em uma finalização clássica de Ibrahima Traoré, cortando da direita para o centro, finalizando em curva, mas para azar do Borussia, a bola explodiu no travessão.

Depois disso, o jogo ficou morno, e devido a maior capacidade técnica do adversário, o time comandado por Lucien Favre, antigo comandante dos DieFohlen, o Dortmund chegou ao primeiro gol no fim da etapa inicial. Após um belíssimo lançamento da defesa, Reus recebeu, tentou cruzar e a zaga rebateu, a bola retornou aos pés do atacante que assistiu Sancho, sozinho, dentro da área, finalizar para o gol. Houve polêmica em relação a segunda tentativa de cruzamento de Marco Reus, inconclusivo até para o VAR, que não conseguiu determinar se a bola havia ou não saído de campo – o árbitro de campo validou o gol.

Com esse cenário, apenas a virada interessava o Borussia, que voltou de forma apática para a etapa complementar, sendo completamente envolvido pelos visitantes. Como esperado, Marco Reus, fazendo valer a infalível lei do ex, anotou o segundo tento dos aurinegros, praticamente decretando o resultado da partida, uma vez que o Gladbach se mostrava perdido em campo – reflexo do técnico Dieter Hecking.

Incapaz de reagir, o Borussia sequer finalizou no alvo do goleiro Bürki, algo patético para um clube que almejava ir à Champions League. Por fim, dentro das limitações do técnico Dieter Hecking, o resultado é satisfatório – agora o clube pode se estruturar com um técnico de qualidade e ainda disputar uma competição europeia na próxima temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s