Guia da temporada – Borussia Mönchengladbach

Foto: Divulgação/Sportbuzzer

Depois de finalmente colocar um fim na parceria com o ultrapassado Dieter Hecking, o Borussia Mönchengladbach aposta em um técnico inovador e alinhado ao DNA do clube – Marco Rose assumiu o comando dos Foals e tentará repetir o sucesso de Lucien Favre, que ficou no cargo por quase cinco anos e desde então não teve uma reposição adequada (André Schubert e Dieter Hecking comandaram o clube após a saída do suíço).

André Schubert, tão inovador quanto Rose, teve um período de sucesso na primeira temporada comandando o Borussia, mas na campanha seguinte, após um período de jogos intensos e lesões, acabou perdendo confiança do elenco, deixando o clube em situação delicada na Bundesliga.

Buscando resolver a situação, Dieter Hecking foi apontado como treinador e rapidamente conseguiu recuperar a moral da equipe, no entanto, ainda insuficiente para alcançar bons resultados, terminando em 9º em duas temporadas consecutivas – na temporada 18-19, teve início avassalador e frequentou a zona de classificação à Champions League por quase toda campanha, mas o desempenho pífio no returno fez com que o Gladbach se contentasse apenas com a Europa League.

Vindo de um excelente trabalho no Red Bull Salzburg, o alemão Marco Rose assumiu o comando do Borussia Mönchengladbach com elevadas expectativas, principalmente do diretor esportivo Max Eberl, uma vez que o novo treinador dos Potros tem por característica um futebol ofensivo e bem jogado, alinhado as diretrizes da história do clube. No atual mercado de transferências, o Borussia perdeu um de seus principais jogadores, o belga Thorgan Hazard, negociado com o Borussia Dortmund, e em contrapartida, acertou as chegadas de Breel Embolo, Marcus Thuram e Lainer (antigo comandado de Rose no Salzburg).

Jogador destaque:

Após um período de instabilidade, o arqueiro suíço Yann Sommer voltou a se destacar na temporada passada e foi eleito, por muitos especialistas, o melhor goleiro da temporada (disputou de forma acirrada com Gulácsi, do Leipzig). O vice-capitão dos DieFohlen teve um elevado índice de defesas em arremates na campanha passada, assegurando resultados importantes para a classificação à Europa League

Fique de olho:

Novo reforço para a temporada, o jovem Marcus Thuram, 22 anos, é o jogador do Borussia para se observar na temporada, uma vez que o atacante tem grandes condições de uma dupla francesa com Alassane Pléa no ataque. Forte e alto, Thuram demonstrou o cartão de visitas no amistoso diante do Chelsea, com bastante ímpeto, e também na estreia da temporada, diante do Sandhausen, anotando o tento que classificou o Borussia.

Destaque do rebaixado Guingamp na L1, Thuram agora tem a missão de continuar seu desenvolvimento em uma liga de maior exigência e as expectativas em torno do filho do lendário Liliam Thuram são grandes.

Elenco para a temporada 19-20, exceção a Cuisance, negociado hoje com o Bayern

Time-base 19-20: Sommer, Lainer, Ginter, Elvedi, Wendt; Kramer, Zakaria, Hofmann, Neuhaus; Pléa, Thuram.

Chegadas: Lainer (€12M, Salzburg), Embolo (€10M, Schalke), Thuram (€9M, Guingamp), Grün (desconhecido, Darmstadt), Ramy Bensebaini (€8M, Rennes)

Saídas: Thorgan Hazard (€25,5M, Dortmund), Drmic (sem custos, Norwich), Moritz Nicolas (empréstimo, Union Berlin), Michaël Cuisance (€10M, Bayern)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: