Depois de duas temporadas, Borussia Mönchengladbach retorna à UEL. De forma exclusiva, entrevistamos o maestro Raffael: “Bem fisicamente, posso ajudar o time e fazer a diferença”

Foto: Divulgação/Express

Foram duas temporadas medianas finalizadas na 9ª colocação sob o comando de Dieter Hecking, até a boa campanha na temporada passada, em 5º lugar. Na tentativa de mudar o estilo de jogo, o Borussia optou pela contratação de Marco Rose, figura familiar com o adversário do Gladbach na estreia, o Wolfsberger AC, clube que defrontou quando treinava o Red Bull Salzburg, até o fim da temporada passada.

Tradicionalíssimo na competição, os Foals venceram a Uefa Cup (Copa Uefa) em duas oportunidades – 74/75 e 78/79 – com excelente participação da dupla Jupp Heynckes e Allan Simonsen, que marcaram nas finais, com o dinamarquês tendo anotado nas duas conquistas. Além disso, o Borussia também foi vice-campeão da competição duas vezes, em 72/73 e 79/80 – essa última diante do Eintracht Frankfurt.

Tendo em vista a tradição do Borussia na competição e expectativa pela estreia, conseguimos uma entrevista exclusiva com o maestro Raffael, ídolo do clube. O meia-atacante tem números expressivos com a camisa do Borussia: 71 gols e 35 assistências em 192 partidas, colocando-o como o 11º maior artilheiro da história do clube.

Q: Raffa, o Borussia esteve fora das competições europeias nos últimos dois anos, como é retornar a Europa League?

R: “Pra nós jogadores é sempre bom jogar uma competição internacional, acredito que pro clube e os torcedores é importante depois de 2 anos de ausência”

Q: A Europa League surge como uma boa oportunidade para você atuar e mostrar serviço, obviamente que todos querem jogar o máximo possível, como está sua expectativa em relação a atual temporada?

R: “Expectativa boa, pra mim foi importante fazer toda a pré-temporada depois de muitas lesões, venho treinando pra estar preparado pra quando surgir uma oportunidade’’

Q: Por fim, mas não menos importante, o que está achando do desenvolvimento da equipe no novo estilo de jogo? E o Raffa, tem vaga nessa equipe?

“Estamos jogando em um sistema novo de jogo, ainda não o ideal, mas com o passar dos jogos iremos melhorar. O Raffa bem fisicamente pode ajudar a equipe e fazer a diferença”

Agradecemos novamente o maestro Raffael pela gentileza em realizar a entrevista. Desejamos sorte ao nosso ídolo durante a temporada.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s