Top 5: as maiores vendas da história do Borussia Mönchengladbach

Referência na captação de jovens jogadores, o Borussia Mönchengladbach também exerce um bom papel na hora de negociar os jovens ‘lapidados’, algo visível no clube desde que Max Eberl assumiu o comando de diretor esportivo. Dessa forma, elaboramos o top 5 de maiores vendas da história do clube – a idade considerada é a do momento da venda do atleta.

1º – Granit Xhaka / 23 anos – €45M/Arsenal

Contratado em julho de 2012 junto ao Basel por €8,5M, o suíço Granit Xhaka não teve fácil adaptação ao futebol alemão e ao Borussia, tanto que prontamente pensou em deixar o clube, mas a situação foi contornada por Max Eberl, que pedira paciência ao volante. Mais centrado e ‘lapidado’ por Lucien Favre, Xhaka tornou-se peça fundamental nos Potros, inclusive herdando a braçadeira de capitão. Em julho de 2016 o meio-campista foi negociado por um valor recorde na história do clube, €45M, para o Arsenal.

Foto: Divulgação/Express

Xhaka foi um jogador marcante na história recente do clube e usualmente demonstra todo carinho pelos Foals.

2º – Thorgan Hazard / 26 anos – €25,5M/Borussia Dortmund

Contratado pelo Chelsea, assim como irmão Eden, Thorgan não trilhou o mesmo caminho e visando crescimento profissional, assinou por empréstimo com o Gladbach em 2014, com passe fixado em €8M. O belga, que na época não era titular, mas sim uma boa peça de rotação de elenco, foi contratado em definitivo após o período de empréstimo, devido ao potencial apresentado.

Desde então, Hazard evoluiu a cada temporada, apresentado melhores números e desempenho a cada ano e ao fim da temporada 18-19, resolveu deixar o clube, ao recusar uma renovação contratual e de forma até conturbada (pela condução do negócio), ele assinou pelo Borussia Dortmund por €25,5M, a segunda maior venda do clube.

Foto: Divulgação/Diario AS

O meia-atacante, que era um dos preferidos da torcida, deixou o Gladbach sob vaias e certamente não figura entre as pessoas mais queridas em Mönchengladbach.

3º – Jannik Vestergaard / 25 anos – €25M/Southampton

Presente nas duas listas, tanto de maiores contratações, quanto de maiores vendas, Jannik Vestergaard certamente é um nome que não deixa tanta saudade entre os torcedores – exceto alguns casos raros. O dinamarquês, que se considerava um jogador de alto nível, conseguiu uma transferência para o Southampton, por incríveis €25M.

‘Vesti’ até teve bons períodos nos Saints, mas logo em seguida passou a amargar o banco de reservas. Como refresco para os torcedores dos Foals, Vestergaard esteve presente na goleada esmagadora sofrida pelo Southampton para o Leicester, por 9 a 0.

Se alguém ainda tem saudade, lembre-se disso.

Foto: Divulgação/BeinSports

4º – Marco Reus / 23 anos – €17.1M/Borussia Dortmund

Provavelmente um dos melhores custos-benefícios da história do Borussia Mönchengladbach, o meia-atacante Marco Reus contratado por €1M junto ao RW Ahlen em 2009, tornou-se uma das estrelas da Bundesliga defendendo a camisa dos Potros. A melhor versão de Reus, inclusive, foi pelo Gladbach, em seu último ano com a camisa dos Potros, quando o alemão anotou 18 gols e contribuiu com 12 assistências em 32 jogos da Bundesliga.

Em busca do sonho de infância, Reus juntou-se ao Dortmund na temporada 12-13 por €17,1M, sendo, até aquele momento, a negociação mais cara da história dos Potros.

5º – Marcell Jansen / 21 anos – €14M/Bayern de Munique

Natural de Mönchengladbach e revelado pelo clube, Jansen passou longos anos pelo clube – de 1993 a 2007, quando deixou os Die Fohlen, após o rebaixamento da equipe para a 2. Bundesliga. Por um valor elevado, considerando a época, Jansen foi negociado para o Bayern de Munique por €14M, transferência que se mostraria de suma importância para o Gladbach na disputa da segunda divisão.

Foto: Divulgação/Sportbuzzer

Jansen durou apenas uma temporada no Bayern e logo foi negociado com o Hamburgo, clube no qual, pasmem, ele é o atual presidente, enquanto ao mesmo tempo, atua pela equipe II do clube, que disputa a 5ª divisão nacional. Jansen havia pendurado as chuteiras em 2015, mas retornou recentemente ao futebol para atuar pelo HSV II.

Confira também: Top 5: as maiores contratações da história do Borussia Mönchengladbach

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: