Com futebol apático e decisões equivocadas de Rose, Borussia Mönchengladbach cede empate ao Union Berlin e segue sem vencer na Bundesliga

Foto: Divulgação/DPA

Depois de um revés doloroso na estreia – revés de 3 a 0 diante do Dortmund – a expectativa era de uma atuação de alto nível do Borussia Mönchengladbach perante o Union Berlin ou ao menos uma atuação decente, mas não foi o que aconteceu no Borussia-Park, em jogo válido pela 2ª rodada da Bundesliga. Marcus Thuram até abriu o placar, mas Schlotterbeck aproveitou falha defensiva dos Foals para empatar.

Cometendo muitos erros, Gladbach não sai do zero na etapa inicial

Visando dar mais força ofensiva a equipe, algo que faltou diante do Dortmund, Marco Rose promoveu as ‘estreias’ de Thuram e Pléa como titulares – ambos vem se recuperando de lesão -, e apesar da presença da dupla francesa, o Gladbach sofreu bastante com a marcação alta do Union Berlin nos minutos iniciais. Florian Neuhaus, muito abaixo do esperado, perdeu a posse de bola inúmeras vezes, dando o contra-ataque para a equipe adversária, que até chegou a acertar o travessão.

Alassane Pléa foi o único alento na primeira etapa dos Potros, sendo responsável pelas duas chances mais perigosas da equipe. Na primeira chance, o francês ganhou de um defensor na velocidade, aplicou lindo drible em outro, mas parou em boa defesa do goleiro Luthe, já na segunda oportunidade, o arqueiro do Union espalmou uma cabeçada do centroavante francês.

Thuram dá vantagem ao Gladbach, mas covardia de Rose castiga os Potros no fim

Muito mais organizado na segunda etapa, o Borussia não era brilhante, mas já não cedia mais espaços ao Union e finalmente conseguiu abrir o placar com uma bela cabeçada de Marcus Thuram (56’), assistido por Jonas Hofmann na cobrança de escanteio. Sob controle, Rose resolveu fazer uma alteração extremamente questionável ao promover a entrada de Wendt na vaga de Thuram. A saída do ponta era natural, assim como de Pléa posteriormente, mas o comandante dos Die Fohlen atraiu o adversário sem necessidade alguma, já que não era ameaçado.

Utilizando uma linha de cinco defensores, o Gladbach, que já tinha dificuldades em criar chances, ficou ainda pior. Um meio-campo com Kramer, Stindl e Hofmann não conseguiria causar qualquer tipo de dano ao adversário no contra-ataque e foi justamente o que aconteceu. Punido pela covardia, o Union Berlin alcançou a igualdade também em uma cobrança de escanteio, Schlotterbeck (80’), sozinho, cabeceou de longe e Sommer sequer pulou para tentar salvar – Stindl, sobre a linha do gol, também não conseguiu evitar o tento.

Em mais um equívoco, Rose promoveu a entrada de Patrick Herrmann somente aos 85’ de partida, dando ao Flaco apenas oito minutos para conseguir produzir algo em campo. Bensebaini, que teve atuação abaixo da crítica, ainda teve a chance de garantir a vitória, mas pecou em finalização dentro da pequena área.

Na próxima rodada, o Gladbach visita o arquirrival Köln no Rheinderby.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s