Lars Stindl carrega o Borussia Mönchengladbach ‘nas costas’ e busca empate improvável diante do Eintracht Frankfurt

Foto: Reprodução/Borussia

Depois de mais um tropeço em casa, o Borussia Mönchengladbach voltou a campo nesta terça-feira (15) em jogo válido pela 12ª rodada da Bundesliga, diante do Eintracht Frankfurt, fora de casa. Apesar de um bom início, o Gladbach sucumbiu e levou uma virada avassaladora, por sorte, Lars Stindl resgatou um ponto no empate por 3 a 3 – Barkok e André Silva, duas vezes, marcaram para os mandantes, enquanto o Capitano anotou um hat-trick.

Travado na 8ª colocação com 18 pontos, o Borussia Mönchengladbach recebe o Hoffenheim no sábado (19) no último jogo da Bundesliga no ano de 2020.

Borussia inicia bem, sofre ‘apagão’ e leva virada incrível em dez minutos

Com o retorno da maioria dos titulares, esperava-se uma boa atuação do Gladbach e de fato a equipe iniciou bem no confronto até abrir o placar através de Lars Stindl, que acertou uma belíssima cobrança de falta. Misteriosamente, a equipe piorou depois de sair em vantagem e poucos minutos depois, Lainer cometeu um pênalti descabido – André Silva deslocou Sommer com facilidade e igualou o marcador. Apenas dois minutos depois, aos 24’, o atacante português recebeu ligamento da defesa, aproveitou erro de posicionamento da defesa do Borussia, especialmente Ginter, que deu condições, avançou e chutou cruzando, virando a partida.

Stindl cobrou falta com perfeição (Foto: Divulgação/Borussia)

Ainda sem conseguir absorver a virada, o Gladbach voltou a cometer erros infantis na defesa e foi dessa forma que o Frankfurt, aos 32’, chegou ao terceiro tento – Bénes foi previsível em uma saída de bola, teve o passe interceptado e Barkok recebeu de André Silva na área, fintou Elvedi e Ginter e anotou um belo gol.

Pouco inspirado, Gladbach conta com poder de decisão de Lars Stindl para conquistar empate

Apático, o fim da primeira etapa foi o que melhor poderia ter acontecido para o Gladbach, que apesar das mudanças no intervalo – Zakaria e Lazaro entraram nas vagas de Bénes e Wolf -, pouquíssimo fez ou ameaçou. Para se ter ideia, em vinte minutos jogados da etapa complementar, o Borussia tinha feito apenas uma finalização, menos do que o Frankfurt, que desde que aumentou a vantagem no placar, abdicou totalmente de jogar e passou a defender de forma correta.

A sorte do Gladbach começou a mudar depois da entrada de Breel Embolo. Com muita vontade, o suíço foi valente e brigou em todas jogadas que participou e foi dessa maneira que conseguiu a expulsão de Abraham, que já tinha amarelo. O atacante suíço voltou a ser protagonista nos minutos finais, já aos 90’, quando foi derrubado por Barkok dentro da área. Lars Stindl cobrou e contou com colaboração de Trapp, que pulou e espalmou a bola sem força suficiente e a pelota ‘morreu’ no fundo das redes.

No abafa, o Gladbach chegou ao empate após cruzamento de Traoré para Stindl, que cabeceou e exibiu grande defesa de Trapp, mas no rebote, o capitano demonstrou toda a garra dele e voltou a finalizar de cabeça, igualando o marcador já aos 90+5’.

Gladbach: Sommer, Lainer, Ginter, Elvedi, Wendt (Traoré); Kramer, Bénes (Zakaria), Wolf (Lazaro); Stindl, Thuram e Pléa (Embolo)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: