De novo? Borussia Mönchengladbach volta a assombrar o Bayern e alcança virada incrível comandada por Jonas Hofmann

Foto: Reprodução/Bundesliga

Na abertura da 15ª rodada, o Borussia Mönchengladbach recebeu o multicampeão Bayern de Munique no Borussia-Park, nesta sexta-feira (8). De virada e conduzido por Jonas Hofmann, o Gladbach triunfou por 3 a 2, com dois tentos de Hofmann e outro de Neuhaus, enquanto Lewandowski, de pênalti, e Goretzka, marcaram para os bávaros.

Com algumas ausências importantes, como por exemplo Thuram, suspenso, e Pléa, aparentemente com algum tipo de lesão, o técnico Marco Rose teve que entrar em campo com apenas um atacante disponível – Breel Embolo foi responsável por comandar o ataque dos Foals. O início do confronto foi equilibrado, sem tantas emoções até Florian Neuhaus, aos 21’, cometer um pênalti mais do que infantil, apenas inexplicável. De alguma forma, o meio-campista, em uma bola despretensiosa, mesmo abaixando, tocou na bola dentro da área – Lewandowski, com extrema tranquilidade, deslocou Sommer para abrir o marcador.

Poucos minutos depois (26’), após uma saída completamente equivocada de Ginter, que tentou passe por elevação para Neuhaus, o Bayern recuperou a bola e Goretzka seguiu em progressão e pego de surpresa, não teve nenhum marcador a frente, o alemão resolveu arriscar e contou com uma “ajoelhada” de Sommer, que sequer pulou, como vem acontecendo costumeiramente.

Longe da melhor fase, o natural seria um total abatimento do Gladbach, mas a equipe, que também não havia produzido nada espetacular, ao menos seguiu pressionando os defensores do Bayern, e foi dessa maneira que o time recuperou a posse de bola até chegar em Stindl, que acertou um belíssimo passe de infiltração para Jonas Hofmann (36’), o alemão saiu nas costas da defesa e tocou no canto de Neuer.

Nos últimos instantes da etapa inicial, o capitano apareceu novamente, recuperou a posse contra Kimmich e deu outro passe magistral para Hofmann – que mais uma vez seguiu em progressão, ficou cara a cara com Neuer e teve a frieza para tocar no canto baixo do arqueiro.

Foto: Divulgação/NinetyMinutes

Neuhaus busca a redenção e anota um belíssimo gol decisivo

Na volta do intervalo, aos 48’, a defesa do Bayern voltou a falhar, de costume com Süle, o Gladbach recuperou a bola, Hofmann deu passe na entrada da área para Neuhaus – o meio-campista deu um belíssimo ‘tapa’ na bola, acertando o ângulo de Neuer e virando a partida.

Depois da virada, o Gladbach não conseguiu encaixar tantos ataques como antes, algo que pode ser explicado pelo cansaço de alguns jogadores – Bensebaini, Hofmann e Stindl, além da pouca capacidade de agregar de outros, como Lainer e Embolo, que foram abaixo da média no confronto. Por outro lado, os bávaros também não conseguiram ameaçar, a única exceção foi um lance no fim da partida, em que Ginter, praticamente na linha do gol, evitou o que seria o empate dos visitantes.

Sommer, Lainer, Ginter, Elvedi, Bensebaini (Wendt); Kramer, Neuhaus, Zakaria (Herrmann); Stindl (Wolf), Hofmann (Jantschke) e Embolo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s