Borussia Mönchengladbach sofre, mas consegue superar o Werder Bremen no Borussia-Park

Foto: Divulgação/DPA

No fechamento do primeiro turno, o Borussia Mönchengladbach recebeu e superou o Werder Bremen por 1 a 0, no Borussia-Park, em jogo válido pela 17ª rodada da Bundesliga. O tento solitário dos Foals foi anotado por Nico Elvedi. O Gladbach volta a campo na sexta-feira (22) diante do Borussia Dortmund, também no Borussia-Park.

Devido a sequência de jogos, o técnico Marco Rose se viu obrigado a realizar algumas modificações – Wolf e Herrmann, por exemplo, ganharam uma oportunidade nesta terça-feira (19), no entanto, assim como nas partidas anteriores, voltaram a decepcionar.

Apesar de ter um poderio ofensivo inferior ao de costume, o Gladbach teve domínio da posse de bola e pressionava bem a saída de bola do Werder. Hannes Wolf teve duas oportunidades para abrir o placar e falhou em ambas, demorando para tomar a decisão de chutar. Na contramão, o Werder, apoiando-se nos contra-ataques, levou muito perigo, especialmente em uma finalização de primeira de Schmid, exigindo uma excelente defesa de Sommer.

A primeira etapa também ficou marcada pela trapalhada dos goleiros. De um lado, Pavlenka errou o tempo da bola e acabou acertando Hofmann, sendo advertido com um cartão amarelo. Do outro lado, Sommer também saiu de forma equivocada e até conseguiu tirar o perigo em um primeiro instante, porém no rebote, Sargent fintou o goleiro fora da área, que cometeu falta e posteriormente foi advertido, antes de Matthias Ginter, mais uma vez, assim como em partidas anteriores, salvar uma bola na linha do gol.

Futebol ainda pior, mas três pontos na bagagem

A segunda etapa do Gladbach foi ainda pior – Herrmann e Wolf não conseguiam conectar um passe sequer e Pléa estava em uma tarde infeliz, também errando tudo ofensivamente, mesmo que com certa movimentação. No apoio, Lainer fez mais uma exibição inexplicável, errando diversos passes e sem falar dos cruzamentos.

O gol só poderia surgir de uma bola parada e foi assim que ocorreu – depois de tantos cruzamentos ruins de Hofmann, o meia eslovaco László Bénes, que entrara no segundo tempo, teve uma oportunidade e em cobrança de falta, levantou na medida para Nico Elvedi, sozinho, dar um peixinho e abrir o placar. Com a vantagem no placar e sem algumas peças ofensivas, Rose acreditou ser uma boa ideia defender com todas as forças, mesmo com pelo menos vinte minutos no relógio para serem jogados.

O comandante lançou a campo três zagueiros e três volantes nos momentos finais – Jantschke e Zakaria entraram em campo, nas vagas de Wolf e Pléa, respectivamente. Só restava defender e foi isso que ocorreu, mesmo com tantos defensores, o Borussia Mönchengladbach não sofreu o empate puramente por sorte. Em um lance despretensioso, a bola acabou sobrando pra Rashica, o kosovar finalizou na trave, a bola bateu nas costas de Sommer, e fortuitamente, o arqueiro suíço conseguiu defender. Em outra oportunidade e em ação semelhante, Leonardo Bittencourt finalizou de esquerda, de bate pronto, e quase igualou o marcador.

Como nota de observação, o atacante Breel Embolo foi excluído da partida por ter violado regras de proteção contra a Covid-19.

Borussia: Sommer, Lainer, Ginter, Elvedi, Wendt (Bensebaini); Kramer, Neuhaus (Bénes), Wolf (Jantschke); Hofmann, Herrmann (Stindl), Pléa (Zakaria)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: