Borussia Mönchengladbach desperdiça vantagem de dois gols, sofre virada do Hoffenheim após atuação tenebrosa no segundo tempo e se distancia das competições europeias

Foto: Divulgação/IMAGO

Borussia Mönchengladbach entrou em campo nesta quarta-feira (21) em jogo válido pela 30ª rodada da Bundesliga, na PreZero Arena para encarar o Hoffenheim. Após sair em vantagem de dois gols, o Gladbach teve atuação catastrófica na etapa complementar e sofreu a virada por 3 a 2, gols de Kramaric, duas vezes, e Bebou para o Hoffenheim, enquanto Pléa e Lazaro marcaram para os Potros.

Marco Rose lançou a campo praticamente a mesma equipe que goleou o Eintracht Frankfurt, exceção a entrada de Kramer, retornando de suspensão, na vaga de Denis Zakaria. No início do confronto, o Hoffenheim tentou ditar o ritmo e mostrou intensidade nas ações e até chegou em uma oportunidade, após cabeceio na pequena área. As ações ficaram equilibradas, até que aos 25’ Lainer recuperou a bola na defesa e lançou para Marcus Thuram, o francês venceu na força e velocidade diante de Posch, avançou e chegou a grande área até servir o compatriota Alassana Pléa, que finalizou de esquerda e contou com leve desvio para abrir o placar.

Em resposta, o Hoffenheim geralmente parava na boa marcação do Gladbach e os perigos surgiram em alguns lapsos defensivos na saída de bola dos Foals. Em uma dessas situações, Bebou recuperou a pelota, foi mais rápido do que Nico Elvedi e chegou em boas condições para finalizar, no entanto, a finalização do atacante parou na trave. Nos instantes finais da primeira etapa, Bensebaini iniciou a jogada de contra-ataque até chegar a Marcus Thuram, o francês novamente levou vantagem sobre a defesa adversária e deu excelente cruzamento para Valentino Lazaro, da ponta para o centro, como um atacante, completar para o fundo das redes.

Jogadores ”esquecem” de jogar futebol e Hoffenheim alcança virada incrível

No retorno para a etapa complementar, o Gladbach, com situação até tranquila, levou gol logo aos 49’. Após escanteio, Thuram foi incapaz de afastar, na sobra a bola passou por toda defesa do Gladbach e parou no desmarcado Kramaric, que mandou para o fundo das redes. Ginter ainda tentou evitar, mas errou o movimento e não foi eficiente.

Incapaz de realizar qualquer ação correta na etapa complementar, o Gladbach não demorou a levar o empate – aos 60’, Hoffenheim abusou da fragilidade defensiva pela direita e o cruzamento de Kaderabek encontrou Ihlas Bebou livre na pequena área para finalizar e igualar o marcador. Poucos minutos depois, aos 65’, Kaderabek passou facilmente por Bensebaini, cruzou para trás e encontrou Kramaric novamente absolutamente livre, e com a qualidade de sempre, o atacante adversário virou a partida.

Inócuo, estéreo e tenebroso, o Borussia Mönchengladbach não produziu nada no segundo tempo, inclusive alcançando o índice irrisório de 0,05 XG (estatísticas que mede gols esperados). A formação tática da primeira etapa não teve o mesmo êxito após o intervalo e Rose não conseguiu resolver. Na tentativa de buscar o empate, as deficiências do elenco ficaram visíveis, uma vez que Embolo e Wolf foram escolhidos para substituir a dupla francesa formada por Pléa e Thuram.

Nada aconteceu nos últimos 25 minutos da partida a favor do Gladbach, exceção a um ou outro erro defensivo que proporcionou alguns contra-ataques ao Hoffenheim. Com a derrota, o Borussia sepulta a chance de se aproximar dos adversários no pelotão de cima da Bundesliga.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: