Borussia Mönchengladbach volta a fracassar, cai diante do inofensivo Augsburg e segue com campanha tenebrosa na Bundesliga

Foto: Reprodução/Imago

Borussia Mönchengladbach entrou em campo neste sábado (18) em jogo válido pela 5ª rodada da Bundesliga, diante do Augsburg, na WWK Arena. Sem qualquer brilho ofensivo, o Gladbach foi superado por 1 a 0, com tento de Niederlechner.

Com o resultado, o Gladbach chega ao terceiro revés em três partidas fora de casa e soma apenas quatro pontos em cinco partidas disputadas na Bundesliga até aqui. Na próxima rodada a equipe recebe o Borussia Dortmund.

Apesar da escalação sugerir uma formação com três defensores, o técnico Adi Hütter formatou a equipe com uma linha de quatro defensores – Beyer na lateral direita, Scally na esquerda e Netz como ponta pela esquerda. Patrick Herrmann assumiu a vaga do lesionado Jonas Hofmann. O Flaco foi a figura da etapa inicial, errando todas jogadas ofensivas, mesmo que desmarcado, abusando de cruzamentos deficientes. Na bola parada, a mesma situação, nenhuma sequer levou perigo ao adversário, que sem qualquer capacidade ofensiva, criou perigo somente na bola parada com Caligiuri.

O primeiro tempo não teve qualquer chance clara e nenhum chute no alvo. Pelo lado do Gladbach, o espaço existia, mas o time sempre pecava no acabamento das jogadas, principalmente pelos lados – errando todos cruzamentos possíveis.

Gladbach segue inoperante e é castigado no fim

No retorno para a etapa complementar, os Potros promoveram a entrada de Hannes Wolf na vaga de Netz, apagado pela esquerda – o jogo simplesmente não aconteceu por aquele flanco. O início foi até razoável e o Borussia chegou a abrir o placar com Pléa aos 50’, no entanto o francês estava um pouco adiantado e teve o gol sonegado pela arbitragem.

Sem utilizar o banco e seguindo com uma atuação sem qualquer inspiração no ataque, exceção a Pléa, que teve boa movimentação e encontrou boas jogadas, o Gladbach foi punido aos 80’ através de Niederlechner – o atacante recebeu de Ruben Vargas após falha clamorosa de Nico Elvedi, que foi incapaz de interceptar uma jogada fácil. Essa que acabou sendo a única finalização no alvo de toda partida e a primeira chance clara criada pelo Augsburg em toda campanha da Bundesliga.

Talvez inspirado nos últimos técnicos (Favre e o atual treinador do Dortmund), Adi Hütter foi realizar novas alterações somente aos 84’, promovendo as entradas de Embolo e Bénes. As modificações foram tardias e não houve tempo suficiente para qualquer reação, apenas colaborando com a atuação precária, especialmente na parte ofensiva. A atuação defensiva foi sólida até a falha juvenil cometida por Elvedi, entrando na conta de mais um erro individual gravíssimo concedido pelo Borussia nesta curta campanha de Bundesliga.

Sommer (6), Beyer (6), Ginter (6), Elvedi (4), Scally (5,5); Zakaria (7), Neuhaus (5), Stindl (4,5), Herrmann (5), Netz (5); Pléa (6)

Substitutos: Wolf (5), Bénes e Embolo (s/ nota)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s