Manu Koné e Zakaria ditam o ritmo, Borussia Mönchengladbach luta bastante e volta a superar o Dortmund

Foto: Reprodução/Dirk Päffgen

Depois de um início turbulento – a pior arrancada de Bundesliga nos últimos dez anos, exceção a temporada 2015-2016, quando o Gladbach perdeu os cinco primeiros jogos, o Borussia teria um enorme desafio neste sábado (25) em jogo válido pela 6ª rodada da Bundesliga, diante do Dortmund, no Borussia-Park. Demonstrando muita luta e garra, o Borussia venceu por 1 a 0, tento de Denis Zakaria.

Após mais um desempenho abaixo da crítica, o técnico Adi Hütter surpreendeu desde a escalação, sacando Neuhaus e Pléa do time titular, além de Beyer – Manu Koné, Embolo e Jantschke, respectivamente, ocuparam as vagas. Com muita intensidade e luta, o jogo se desenvolveu no meio-campo – e algumas faltas, gerando advertências para ambas as equipes.

Aos 35’, Zakaria dominou, tocou para Ginter, recebeu na entrada da área e acabou fortuitamente tabelando com a defesa adversária até ficar frente a frente com Köbel, o meio-campista encheu o pé e acertou o canto alto do goleiro, abrindo o placar. Incomodado e sem conseguir ter fluência no jogo, o Dortmund se irritou até Mo Dahoud ser expulso. O antigo jogador do Gladbach cometeu falta em Scally e reclamou de forma acintosa, sendo novamente advertido com cartão amarelo e dessa forma, a equipe aurinegra ficou com um jogador a menos em campo.

Manu Koné estreou com personalidade e controlou o meio-campo dos Potros (Foto: Reprodução/Borussia)

Aproveitando a superioridade numérica, o Gladbach seguiu controlando as ações da partida e mesmo sem ser tão incisivo, esteve próximo de dobrar a vantagem, no entanto, acabou parando em uma excelente defesa de Kobel em finalização surpresa de Hofmann pela direita, sem ângulo. Em seguida, a equipe trabalhou bem a bola, Embolo e Stindl fizeram o corta-luz até a pelota chegar nos pés de Luca Netz, bloqueado pela defesa adversária na finalização.

Até mesmo antes da expulsão, o Borussia Mönchengladbach controla a partida e apesar de não produzir ofensivamente, também foi capaz de evitar as investidas do sempre perigoso ataque dos aurinegros, que foi anulado nesse embate. No meio-campo, Manu Koné, surpresa na escalação, estreou com personalidade e comandou a faixa central do campo ao lado de Denis Zakaria. O jovem francês demonstrou capacidade de buscar e construir o jogo, além de dotar de boa qualidade técnica para driblar e fintar.

Sem alcançar o segundo gol, o Gladbach tinha a partida sob controle até a saída de Manu Koné, que deu lugar a Kramer, que até fez boa partida, mas não tem o mesmo ímpeto do francês. O Dortmund tentou algumas trocas para dar novo ânimo pra equipe e em algumas estocadas, quase buscou o empate com Thorgan Hazard, após rebatida falha de Sommer, mas o belga cabeceou pra fora.

A equipe conseguiu se segurar nos minutos finais para garantir um triunfo de extrema importância para a moral da equipe, assim como dar novo ânimo para alcançar os objetivos da temporada.

Sommer (7), Scally (7), Ginter (7), Elvedi (8), Jantschke (8), Netz (7); Zakaria (9), Koné (9), Stindl (6,5); Hofmann (6,5), Embolo (6,5)

Subs: Kramer (7), Wolf (6), Bénes (s/nota)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s