Com direito a sofrimento no fim, Borussia Mönchengladbach conta com boa atuação de Pléa e supera o Bochum pela Bundesliga

Foto: Reprodução/Imago

Empolgado pelo triunfo histórico diante do Bayern de Munique, o Borussia Mönchengladbach retornou as atenções para a Bundesliga e entrou em campo neste domingo (31) para encarar o Bochum, no Borussia-Park, em jogo válido pela 10ª rodada do campeonato. Apesar de um fim de jogo dramático, os Potros venceram por 2 a 1, tentos de Alassane Pléa e Jonas Hofmann, enquanto Blum diminuiu para os visitantes.

O início do confronto foi similar ao jogo diante do Bayern, com muita intensidade por parte do Gladbach, que foi em busca de um gol logo cedo. Depois de algumas tentativas, principalmente em escanteios, o Borussia abriu o placar aos 12’ com Alassane Pléa – o francês recebeu cruzamento preciso de Joe Scally e cabeceou no canto, inaugurando o marcador no Borussia-Park.

Gladbach diminuiu o ritmo e não produziu nenhum momento de perigo até encontrar o segundo gol aos 40’. Stindl recebeu a cobrança de lateral e deu um bico pro alto, Pléa foi esperto e aproveitou espaço nas costas da defesa, penteou a bola e deu passe para Jonas Hofmann infiltrar na área e finalizar cruzado, anotando um belíssimo gol. A bola ainda carimbou a trave antes de entrar.

Alassane Pléa aproveitou a oportunidade recebida (Foto: Reprodução/Imago)

Com um ritmo ainda menor na etapa complementar, o Borussia teve uma atuação até de certa forma preguiçosa. Aos 54’, Alassane Pléa desperdiçou a melhor oportunidade da equipe, o francês recebeu bom passe de Stindl e buscou o canto do gol em uma finalização rasteira que passou próximo da trave. Em outra boa chance e novamente com participação de Pléa, Hofmann recebeu passe do atacante, driblou o goleiro e teve a finalização salva pelo brasileiro Danilo Soares.

Abusando de alguns erros simples, Adi Hütter resolveu colocar emoção no confronto e promoveu a entrada do inócuo Hannes Wolf – como de costume, errou tudo que tentava, o meio-campista perdeu a posse de bola e cometeu falta – Blum cobrou com força e precisão, anotando um belíssimo gol aos 86’, o que causaria certos arrepios na torcida até o fim do encontro.

Yann Sommer ainda teve tempo de realizar uma excelente defesa para evitar o empate dos visitantes aos 90+3’.

Sommer (7), Scally (7,5), Ginter (7), Elvedi (7), Bensebaini (7); Zakaria (7), Koné (6), Hofmann (7,5), Stindl (5); Pléa (8), Embolo (7)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s