Borussia Mönchengladbach desperdiça hipótese da vitória, fica apenas no empate diante do Bielefeld e segue ameaçado na Bundesliga

Foto: Reprodução/DPA

Depois de duas longas semanas de data Fifa e certa turbulência com a saída do diretor esportivo Max Eberl, o Borussia Mönchengladbach voltou a campo neste sábado (5) diante do Arminia Bielefeld, fora de casa, em jogo válido pela 21ª rodada da Bundesliga. Apesar de uma atuação bem melhor do que as últimas apresentadas, o Borussia ficou no empate por 1 a 1 – Serra marcou pelos mandantes, enquanto Pléa igualou para os Potros.

O resultado deixa o Gladbach na 12ª colocação com 23 pontos conquistados, apenas dois a frente do Wolfsburg, equipe que disputaria o playoff de rebaixamento. A situação pode ficar ainda pior, uma vez que os Lobos encaram o Fürth na Volkswagen Arena.

Além da saída de Max Eberl, por decisão particular, o Gladbach também perdeu o volante Denis Zakaria, negociado com a Juventus no último dia da janela de transferências. Sem muitas alterações na equipe titular, a equipe comandada por Adi Hütter até começou bem a partida, principalmente com Alassane Pléa, que se movimentava bem pelo campo. O francês criou a primeira boa oportunidade aos 5’, servindo Jonas Hofmann, que parou no bom goleiro Ortega.

O desempenho inicial, que vinha sendo bem superior as últimas exibições, não foi suficiente para evitar outro gol facilmente evitável. Serra dominou pela direita e tinha três defensores a frente, porém, incapazes de diminuir o espaço ou atacar a bola, cederam espaço ao ataque do Bielefeld, que cortou para perna esquerda e anotou um belo gol. A reação até não demorou e Ginter empatou após bom cruzamento de Pléa, no entanto o zagueiro alemão estava impedido e o gol foi impugnado.

Alassane Pléa, bem participativo, mas errando uma quantidade elevada de passes fáceis, voltou a aparecer positivamente. Depois de uma longa disputa no meio-campo, a bola sobrou para Bensebaini, o argelino deu um balão para a área e Hofmann, com boa leitura da jogada, devolveu a bola para área, encontrando Pléa, que de cabeça deslocou o goleiro adversário e igualou o marcador.

Gladbach domina ações no segundo tempo, mas peca no acabamento

Já na etapa complementar, o domínio foi totalmente do Borussia Mönchengladbach, porém sem tanta qualidade ofensiva. O Bielefeld, mais reativo, teve as duas melhores oportunidades do segundo tempo – uma em erro de Sommer e o segundo com boa participação do goleiro suíço, que executou uma bela defesa. Borussia teve espaço para ferir o adversário no contra-ataque, especialmente com Jonas Hofmann – o alemão tomou a decisão errada em pelo menos duas ocasiões.

Com nove opções no banco, o técnico Adi Hütter realizou apenas uma alteração – Marcus Thuram entrou na vaga de Embolo aos 83’.  O técnico não confiou nas demais opções para tentar fazer algo diferente, principalmente pela necessidade da vitória.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s